sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Nelsinho... Essa é pra você!

Eu fecho a porta
Como tantas vezes, como tantas vezes antes
Parecia uma cena no chão da sala de edição
Quando eu te deixei ir embora esta noite
Sem dizer nada

Eu tento dormir, sim
Mas o relógio está parado em pensamentos sobre você e eu
Mais mil arrependimentos se desenrolando, sim
Se você estivesse aqui agora, eu juro,
Eu te diria isso

Refrão:
Querida, eu não quero desperdiçar outro dia
Guardando isso dentro de mim está me matando
Porque tudo o que eu quero, só tem a ver com você
Eu gostaria de poder encontrar as palavras para dizer
Querida, eu te diria toda vez que você partisse
Eu estou inconsolável

Eu subo pelas paredes
Eu vejo a beira do abismo e não consigo pular
Eu memorizei o número
Então por que eu não consigo fazer a ligação?
Talvez porque eu saiba que você sempre estará comigo
Na possibilidade

Refrão

Eu não quero ficar assim
Eu só quero que você saiba
Tudo o que estou segurando
É tudo o que eu não posso abandonar, não posso abandonar

Refrão

Você não sabe, querida?
Eu não quero desperdiçar outro dia

Eu gostaria de poder encontrar as palavras para dizer
Querida, eu te diria toda vez que você partisse
Eu estou inconsolável

Backstreet boys - Inconsolable (tradução)




Eu te amo D+!

video

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

1 minuto de sabedoria.

Estou a postar um conjunto de frases, que me identifico a ponto de postá-las aqui.
Nem todas são de minha autoria e a maioria desconheço os autores.
Reflita nessas frases:


" A sociedade é podre e as pessoas mentem!"


"A felicidade é poder falar a verdade sem magoar ninguem!"


"Nada é o que era, e nem será o que é!"


"A maior barreira para o sucesso é o medo do fracasso!"


"Conclusão é o lugar onde se chega quando se cansa de pensar!"


"A duvida provoca o caos!"


"Muitas das grandes realizações do mundo foram feitas por homens cansados e desanimados que continuaram trabalhando"


"Normalidade é um conjunto de pessoas loucas que são semelhantes em sua loucura"


"Quem pergunta é tolo por 5 minutos, quem não pergunta será tolo para sempre.!




Enfim uma de minha autoria!!

"Meus pais fizeram de mim uma princesinha, meus amigos me transformaram em humano"

domingo, 20 de setembro de 2009

Desorganização Desenfreada...


Estou apaixonada,
Mas não é por quem pensam ser!

é por uma pessoa

Que me fez perceber!

Que tudo aquilo não passava de loucura

pensamentos selados pela amargura

De uma sociedade infeliz

que nos ensina a ser feliz!

Crescendo de forma louca

Desenfreada e insana

Me fez parecer que nada disso importa!

Se não gostas de sua profissão!


Estou maravilhada,

Mas não é por quem pensam ser!

é por uma pessoa

Que me fez perceber!

Que tudo isso é uma burrice

Uma verdadeira basbaquice

Se não há paixão!

Dentro do coração!

Crescendo de forma louca

Desenfreada e insana.

Me fez parecer que nada disso importa!

Se não estar com quem se ama!


Marcia Regina - 20/09/2009.

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Prisioneiro de mim mesmo


Não sei mais quem sou, tudo que vivo não passa de ilusão! Descobri nas minhas conversas mais intimas, que sou prisioneiro de mim mesmo, que passei grande parte da minha vida me isolando para não ser magoado e que perdi muitos amigos nessa tragetória.
Descobri que para ser aceito pelas outras pessoas, agi de forma que fosse mais conveniente e de formas variadas de acordo com a pessoa que me cercava.
Descobri que de tão bom ator, acabei me envolvendo com as facetas que eu criara, perdendo minha identidade.
Descobri que mais uma vez perdi quem eu amava, somente por querer ser mais amado.
Descobri só depois que tudo não passava de uma armadilha que o destino se preocupou de bolar.
Descobri depois de perder meu nome, minha dignidade, e todos os meus sonhos que a culpa disso tudo não vinha de uma influencia exterior, que ninguem era culpado por eu ter agido assim.
Descobri que quem menos me aceitava era eu mesmo.
Descobri que suicidio não era o melhor caminho!
Agora sem rosto, sem nome, sem o meu amor, que me dei conta que podia ter feito tudo diferente. Talvez tarde demais!
Descobri que baixei a cabeça para pessoas que não mereciam, bati de ombros para quem não precisava e briguei com pessoas que não mereciam.
Descobri que meu ego não passava de orgulho ferido, e que o meu cabelo nada tinha haver com isso! Me depreciei, menosprezei, desvalorizei a custo de tudo mais que era meu por direito.
Descobri que tudo que eu tinha descoberto não explicava nada, somente eram as consequencias. Logo em seguida, descobri meu erro! Não foi por causa das pessoas e sim porque eu era preso aos meus medos. Por medo de amar, amei; por medo de perder, perdi; por medo de sofrer, sofri; por medo de não esquecer, não esqueci.
Se ao meu amor o vento levar estas palavras, peço que traga de volta meu coração.
Amor, deixe tudo para lá e vamos recomeçar:
-Prazer, meu nome é Marcia!

Marcia Regina - 01/07/2009

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Eu vi você voar!


Alucinação! Eu vi você voar!
Esperei com uma lágrima teimosa você se adentrar nas nuvens.
Vidro escuro e um barulho ensurdecedor, eu vi você voar!
Eu vi você voar, meio embaçado, é verdade, desputando um pedacinho para o adeus,
MAS EU vi você voar!
Vizinhos em minha mãe, amada. Muito perto mas muito distante, eu vi você voar!
Debruçada sobre o negro refletor da saudade, que me impede de te dar o beijo que seria último a poder te dar por este longo, breve tempo, hesitei em deixá-lo tão só e tão desprotegido que como somente eu, ou uma mãe poderia proteger-te.
Eu vi você voar, no mais negro pesadelo que pode ter, eu vi você voar!

Para Nelson Tadeu,
Marcia Regina